Atendimento especializado em Desentupimento e Dedetização em São Paulo

Desentupidora Império Logo
Atendimento 24 horas São Paulo - Ligue: (11) 3983-1006 Clique aqui e fale conosco agora (11) 3983-1006

Atendimento Estamos atendendo Envie uma mensagem

Fechar






    Especial Síndico – Atenção as pragas urbanas que podem causar infestações durante o verão

    Especial Síndico – Atenção as pragas urbanas que podem causar infestações durante o verão

    Publicado em: 15 de dezembro de 2020
    Em: Controle de pragas Por: Império

    A falta de ações preventivas como a dedetização e o controle de pragas podem trazer diversos problemas para um condomínio, principalmente no verão, quanto alguns tipos de insetos alcançam um metabolismo mais rápido e, consequentemente, causam maiores infestações.

    Além do fator infestação, outro grande problema é o perigo contra a saúde dos moradores e condôminos que ficam expostos a diversas doenças que podem ser transmitidas por eles, entre outras situações, como picadas venenosas e alergias.

    Pragas que causam infestações e outros prejuízos em condomínios

    Entre as pragas urbanas mais problemáticas e que podem causar problemas de infestações e a proliferação de doenças no seu condomínio, estão:

    Baratas: carregam mais de 250 milhões de microrganismos patogênicos, além disso, alguns tipos de baratas, como a francesinha, muito comum nas residências, coloca em média de 30 a 50 ovos em cada uma das 5 vezes ao longo da vida.

    Pernilongos: transmissores de doenças como como a Dengue, Zika, Chicunguya e Febre amarela, esses insetos também causam grandes infestações em pouco tempo, principalmente quando encontram locais propícios para isso.

    Moscas: também são causadoras de diversos tipos de doenças, carregam mais de 75 milhões de bactérias e outros microrganismos patogênicos. Assim como os pernilongos, apresentam grande facilidade para se proliferar, principalmente quando encontram locais adequados e costumam transitar entre o lixo, esgoto e alimentos expostos.

    Formigas: pequenas no tamanho, as formigas não passam longe quando o quesito é transmitir doenças. Responsáveis por carregarem mais de 13 milhões de bactérias e outros microrganismos, as formigas são subestimadas pela maioria das pessoas. Mas, antes de transitarem no balcão da sua cozinha, na mesa ou na pia, elas já passaram pelo lixo, pelo esgoto, por fezes e outros.

    Roedores: pelo contato contínuo com o esgoto e lixo, os ratos também são responsáveis por transmitirem diversos tipos de doenças, além disso são conhecidos por criarem grandes ninhadas e causarem prejuízos com infestações e depreciação de móveis e imóveis.

    Escorpiões: temidos em todos os lugares, os escorpiões são aracnídeos e como tal, peçonhentos, capazes de transferir veneno para a vítima através da picada e o seu veneno pode trazer diversas consequências ruins para a saúde, inclusive a morte. Além disso, o escorpião amarelo, comum nas grandes cidades como São Paulo, não precisa de macho para se reproduzir, bastando um local e condições adequadas, aumentando a incidência de infestações.

    Cupins: durante o verão os cupins alados saem em busca de acasalamento e a criação de novos ninhos. No solo eles podem causar grandes infestações, capazes de prejudicar estruturas de imóveis de um quarteirão inteiro, e dentro das residências, podem prejudicar estruturas e móveis.

    Para saber mais sobre as doenças causadas por cada uma dessas pragas, convidamos você a conferir os artigos abaixo:

    O Controle de pragas adequado para a prevenção de infestações em condomínios

    Dentre tantos perigos e prejuízos, a melhor forma de evitar tudo isso é através de um controle de pragas adequado e preventivo.

    O controle de pragas é uma maneira segura de manter o ambiente livre de insetos, roedores e animais peçonhentos, livre de infestações e outros prejuízos não só para o próprio condomínio e património como também para os condomínios que podem ser afetados diretamente com tais infestações.

    Entre em contato conosco e saiba mais sobre como podemos ajudar a controlar e combater as pragas urbanas no seu condomínio.

    Compartilhe este artigo