Coronavírus pode sobreviver até 3 dias

Você sabia que o Coronavírus pode sobreviver até 3 dias em algumas superfícies?

Publicado em: 13 maio, 2020
Em: curiosidades Dicas Notícias Sanitização

Diante da pandemia em que estamos vivendo, o maior cuidado que podemos tomar é seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde que recomendam diversos cuidados com a higiene e limpeza, tanto pessoais quanto do coletivo.

Um estudo recente realizado por cientistas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), da Universidade da Califórnia, de Los Angeles e de Princeton, apontou que além desses cuidados é necessários nos atentarmos às superfícies que vão desde objetos e móveis dentro dos ambientes, até plásticos e outros materiais que estamos em contato diariamente, como embalagens e outros.

O estudo aponta que, variando de acordo com o tipo de objeto, o vírus do Covid-19, o Coronavírus, pode sobreviver por horas e até dias em contato com essas superfícies, o que pode, através do contato, infectar outras pessoas.

Publicado na revista científica “New England Journal of Medicine”, o estudo afirma que além das possibilidades de contágio através de pessoas infectadas, o Coronavírus pode, através de uma pessoa contaminada, contaminar superfícies e por recorrência, outras pessoas. Ou seja, a preocupação sobressai o cuidado no contato direto com outras pessoas.

Desde que a pandemia se instalou no mundo todo, muitas pessoas alegam que alguns cuidados são desnecessários ou até exagerados, como o de utilizar máscaras (já há um decreto em São Paulo que exige o uso de máscara para saiam de casa), usar luvas, se atentar ao toque em objetos ou o de higienizar embalagens de produtos.

Mas, como aponta esse estudo, o cuidado não é nada exagerado, e ao higienizar as superfícies com atenção, as chances de contágio são menores.

Vejamos abaixo os materiais analisados pelo estudo:

Sobrevida do Coronavírus em superfícies

Tempo de sobrevivência do coronavírus nas superfícies

  • Aço inoxidável: 72 horas (3 dias);
  • Plástico: 72 horas (3 dias);
  • Papelão: 24 horas (1 dia);
  • Cobre: 4 horas;
  • Aerossolizada /Poeiras: 40 minutos a 2h30 minutos.

Isso significa que, se uma pessoa contaminada com o Covid-19 espirra dentro de um ambiente, por exemplo, o vírus presente no ar que aderir sobre a superfície de um móvel, plástico, papelão, aço ou outros, a média em que esse vírus sobreviverá no local é de 1 a 3 dias, e outras pessoas que tocarem no objeto contaminado terão grandes chances de se contaminarem com o vírus.

Outro exemplo pode ser ao ir no supermercado fazer compras, mesmo portando máscara, se a pessoa não higienizar os produtos ao chegar em casa, antes mesmo de guardar os mantimentos ou outros produtos, a chance que a embalagem desse produto esteja contaminada e contamine alguém na sua casa é enorme, e por isso a limpeza e higienização correta das embalagens e superfícies deve ser realizada.

A sobrevida do Coronavírus em tecidos

Assim como nas superfícies analisadas acima, o tecido também despertou curiosidade nos cientistas e a conclusão é de que a sobrevida pode ser de 72 à 96 horas, o que indica que os tecidos em contato com o ambiente externo e pessoas contaminadas, devem ser lavados separadamente das outras peças e dê preferência o quanto antes, já que o vírus pode ficar retido nos poros do tecido e passar de peça para peça se não for higienizado da forma correta.

A atenção se dá preferencialmente para roupas utilizadas no dia, que ao chegar em casa, devem ir direto para a máquina, para serem lavadas separadamente, antes de serem guardadas novamente.

Cuidados na limpeza das superfícies contra o Coronavírus

Diante do estudo, a recomendação, além de todos os cuidados higiênicos já informados pela Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde, é que todo tipo de superfície seja higienizado, principalmente em relação a produtos e mantimentos.

Ao chegar do supermercado, feiras, lojas e outros, os produtos devem ser higienizados com água e sabão (o mesmo serve para produtos recebidos em casa, entregas e etc.). Para aquelas superfícies como embalagens do tipo plástico ou enlatados é possível utilizar o álcool 70% para a higienização antes de armazenar os produtos na despensa.

Todo o processo de limpeza deve ser feito com bastante atenção, colocar o objeto limpo sobre a superfície suja pode contaminar o objeto novamente, então tome o cuidado de limpar a superfície de mesas, armários e balcões, antes de colocar o objeto limpo sobre ela novamente.

Retirar os calçados, de preferência ainda do lado de fora da casa ou limpá-los antes de entrar no local é também um dos cuidados essenciais que auxilia no controle e prevenção contra o Coronavírus.

Já em relação as peças de roupa utilizadas no dia, ao invés de irem para o cesto, junto com outras peças, o recomendado é que sejam lavadas separadamente, com uma quantidade de sabão suficiente que envolva toda a peça, para que a lavagem seja útil contra o vírus.

A sanitização como “ferramenta” de controle contra o Coronavírus

Através da sanitização é possível combater até 98% dos vírus e bactérias presentes nas superfícies e ambientes, o que ajuda a desinfectar locais fechados como empresas, residências, comércios, veículos, hospitais, clínicas e tantos outros, promovendo um ambiente saudável e limpo.

Como o Coronavírus possui uma alta taxa de sobrevida nas superfícies, como vimos acima, contar com a sanitização para desinfecção do ambiente é uma excelente forma de manter a segurança e o cuidado com a saúde de todos que frequentam o local, além de outros benefícios.

A sanitização, realizada através da aplicação de desinfetantes à base de amônia quaternária, desinfecta o ambiente e as superfícies dos móveis e objetos presentes no local, combatendo todas as colônias de bactérias e vírus sem deixar manchas, cheiro ou resíduos.

  • Clique aqui para saber mais sobre a Sanitização e outros benefícios.

Como vimos, a melhor forma de evitar o contágio de todos é fazendo cada um a sua parte, seguindo as orientações propostas pelos principais órgãos de saúde e cuidando para que o Coronavírus não continue se espalhando por aí.

Para saber mais sobre o estudo de sobrevida do Coronavírus nas superfícies clique aqui.

Compartilhar


compartilhar compartilhar compartilhar compartilhar compartilhar

Pesquisar

Veja também

Casos de escorpião aumentam na cidade de São Paulo

São Paulo alerta para o crescente número de escorpiões na capital

Como todo o cuidado e atenção direcionado ao combate ao Coronavírus, outros pontos importantes em relação a saúde pública acabam sendo esquecidos pela maioria da população. É o que vem acontecendo com o número crescente de escorpiões na capital de…

Veja mais...
Dicas de como desentupir o vaso sanitário

O que é bom para desentupir vaso?

Dentro dos problemas comuns de entupimento, seja em uma residência ou empresa, o vaso sanitário é sempre um dos grandes causadores de dor de cabeça, e na maioria das vezes, pega todos desprevenidos. Por se tratar de um vaso sanitário,…

Veja mais...
O que fazer para acabar com ratos, baratas,

Especial Síndico – Como fazer para evitar cupins, baratas e roedores no condomínio

Uma das preocupações que todo Síndico deve ter é com o cuidado e controle para evitar infestações de ratos, baratas e cupins, entre outros tipos de pragas. Para qualquer imóvel, uma infestação de uma dessas três pragas pode trazer diversos…

Veja mais...

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento Estamos atendendo Envie uma mensagem

Fechar




opcaoopcao