Especial síndico - comunicação com moradores

Especial Síndico – Melhores formas para a comunicação com os moradores

Publicado em: 29 novembro, 2019
Em: Dicas Especial Síndicos

Sabemos que se dedicar a profissão de síndico não é fácil, ele ou ela está o tempo todo servindo as pessoas, busca alternativas para que a convivência seja positiva e que tudo caminhe nos eixos, mas nem sempre é exatamente assim que acontece, e o síndico precisa saber lidar com todas as situações que aparecem, por isso precisa estabelecer formas de comunicação que o ajude com os condôminos, ao mesmo tempo que transforme o seu dia a dia em algo mais produtivo e prático.

Seja para síndicos experientes que já estão na profissão há anos, mas uma vez ou outra encontram certas dificuldades na comunicação, seja para aqueles que estão iniciando agora e não sabem muito bem por onde começar, trouxemos nesse artigo, que fará parte de uma série especial para o síndico, alguns exemplos de opções de comunicação junto aos condôminos, de forma que ajude no seu dia a dia.

Então se você tem dúvidas sobre como estabelecer a comunicação com todos, continue lendo esse artigo e vamos estabelecer pontos importantes.

Comece separando o que é urgente do que não é

Especial síndico - comunicação com moradores

Você pode estar começando no cargo agora e procurando formas de transformar a comunicação em algo mais organizado ou o antigo síndico acostumou os condôminos de uma forma diferente da que você quer trabalhar agora, independente da situação, o mais importante agora é começar estabelecendo tudo o que é urgente do que não é, e trazer essa informação de forma clara a todos.

Aquelas informações que são urgentes, o síndico pode organizar com os moradores uma forma mais útil para o contato, aquelas que forem menos urgentes, uma outra forma.

Essa divisão ajuda na sua organização para o dia a dia, principalmente a estabelecer dias e horários, prazos e atendimentos para concluir todas as demandas que forem surgindo.

Além dessa organização, esse desenvolvimento ajudará os condôminos a entenderem também como levar alguma informação até o síndico, entendo em quais ocasiões devem ou não optar por um meio ou outro.

Separando o que é urgente do que não é, então poderemos seguir com os formatos como esses abaixo:

Assuntos não urgentes

Com os assuntos menos urgentes, o síndico pode estabelecer os seguintes meios para a comunicação:

  • Livros de ocorrências;
  • Caixa de sugestão;
  • E-mails;
  • Quadro de avisos;
  • Fórum de discussão;
  • Blog;
  • Site do Condomínio.

Meios mais atuais e dinâmicos como o blog, site do condomínio e fórum de discussão, permitem que o morador encontre conteúdos que o ajude a tirar dúvidas sobre diversos assuntos menos urgentes sem precisar procurar pelo síndico de imediato, deixando a comunicação mais dinâmica.

No blog, por exemplo, o síndico pode pontuar assuntos que são mais tratados, como dúvidas frequentes, e assim o morador já tira suas dúvidas antes mesmo de pensar em procurar o síndico.

O síndico pode separar um período para as postagens no blog, site ou fórum (que inclusive por ser feito em grupos fechados no Facebook), e atualizá-lo uma vez a cada 15 dias ou uma vez por semana, dependendo da quantidade de informação e demanda. Ao ir reunindo informações relacionadas as dúvidas ou questionamentos que sejam comuns, o síndico pode preparar conteúdo que auxilie os moradores e facilite o acesso à informação.

Já no caso dos e-mails, livro de ocorrências e caixas de sugestões, é preciso que o síndico estabeleça um dia da semana e horário para não deixar que os conteúdos por lá acabem passando da “validade”, ou seja, fiquem esquecidos e passem a sensação ao morador de que não foi dada a devida atenção ao assunto. Como trata-se de algo não urgente, o morador já terá entendimento de que aquilo não será atendido de prontidão, mesmo assim é necessário que tenha resposta.

Por isso vale a pena deixar prazos estipulados para a resposta desses itens e que esse prazo seja compartilhado com todos.

Assuntos urgentes

Já com os assuntos urgentes é preciso ter um pouco mais de atenção e cuidado, principalmente ao estabelecer os meios para realizar o contato, sempre deixando bem claro o que é considerado urgente.

Os meios que sugerimos podem ser:

  • Interfone;
  • Telefones (e aqui varia de síndico para síndico, informar números como celular pessoal ou Whatsapp).

Deixando claro aos moradores e demais colaboradores do condomínio, o que deve ser considerado urgente, como roubos, acidentes e incêndios, é possível deixar mais restrito a comunicação por esses meios, controlando moradores que queiram entrar em contato por qualquer motivo, a qualquer hora.

A comunicação, principalmente entre o síndico e os moradores e colaboradores do condomínio é superimportante para que a relação seja a mais profissional e produtiva possível para todos. Por isso, começar estabelecendo esses pontos é extremamente importante!

Compartilhar


compartilhar compartilhar compartilhar compartilhar compartilhar

Pesquisar

Veja também

Menina morre por estar infestadas de piolhos

Menina de 12 anos morre infestada de piolhos

Veja mais...
épocas do ano para a manutenção e controle de pragas em condominios

Especial Síndico – As melhores épocas para o cuidado contra pragas e manutenção

Veja mais...
Contratar termonebulização para acabar com insetos rasteiros e voadores

Por que contratar a Termonebulização?

Veja mais...

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento Estamos atendendo Envie uma mensagem

Fechar




opcaoopcao