praticas de controle de pragas para restaurantes

Boas práticas para o controle de pragas em restaurantes segundo a ANVISA

Publicado em: 7 fevereiro, 2019
Em: Controle de pragas dedetização Dicas

Todos os setores que prestam serviços de alimentação, de uma forma bem geral, devem seguir práticas recomendadas pela ANVISA – Agência de Vigilância Sanitária, para evitar problemas com os alimentos, com o atendimento aos clientes e, consequentemente, com infrações de natureza sanitária, com perigo de sofrer penalidades muitas vezes severas.

praticas de controle de pragas para restaurantesA preocupação com o controle de insetos e outras pragas, acontece principalmente pelo respeito ao consumidor, prezando sua saúde através do cuidado com o local e os alimentos.

Um restaurante por si só, já é atrativo demais para as pragas, afinal, tanto insetos quanto roedores, encontram comida e condições propícias para se desenvolverem e permanecerem. Até durante os meses mais frios (onde a incidência de insetos é menor), dentro de restaurantes o processo de cuidado deve se manter o mesmo, visto que os insetos podem continuar infestando e proliferando no local com a ajuda do calor da cozinha, por exemplo. Agora imagine sem os cuidados necessários?!

A falta de cuidado com o controle de pragas em restaurantes é tão importante que pode acarretar em diversos prejuízos para o proprietário, inclusive a interdição do estabelecimento.

Os proprietários devem ficar muito atentos quanto a legislação e quanto aos prazos e procedimentos corretos em relação ao controle de pragas, que acontece desde cuidados gerais com a limpeza e estoque de alimentos, até o cuidado com a contratação de dedetizadoras especializadas.

Práticas recomendadas para o controle de pragas

De acordo com a Resolução RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004, emitida pela Anvisa, as empresas prestadoras de serviços alimentícios devem seguir as seguintes orientações:

  • As portas e as janelas devem ser mantidas ajustadas aos batentes. As portas da área de preparação e armazenamento de alimentos devem ser dotadas de fechamento automático. As aberturas externas das áreas de armazenamento e preparação de alimentos, inclusive o sistema de exaustão, devem ser providas de telas milimetradas para impedir o acesso de vetores e pragas urbanas. As telas devem ser removíveis para facilitar a limpeza periódica.
  • Os resíduos devem ser freqüentemente coletados e estocados em local fechado e isolado da área de preparação e armazenamento dos alimentos, de forma a evitar focos de contaminação e atração de vetores e pragas urbanas.
  • Os meios de transporte do alimento preparado devem ser higienizados, sendo adotadas medidas a fim de garantir a ausência de vetores e pragas urbanas.
  • Os POP relacionados ao controle integrado de vetores e pragas urbanas devem contemplar as medidas preventivas e corretivas destinadas a impedir a atração, o abrigo, o acesso e ou a proliferação de vetores e pragas urbanas. No caso da adoção de controle químico, o estabelecimento deve apresentar comprovante de execução de serviço fornecido pela empresa especializada contratada, contendo as informações estabelecidas em legislação sanitária específica.
  • A edificação, as instalações, os equipamentos, os móveis e os utensílios devem ser livres de vetores e pragas urbanas.
  • Deve existir um conjunto de ações eficazes e contínuas de controle de vetores e pragas urbanas, com o objetivo de impedir a atração, o abrigo, o acesso e ou proliferação dos mesmos.
  • Quando as medidas de prevenção adotadas não forem eficazes, o controle químico deve ser empregado e executado por empresa especializada, conforme legislação específica, com produtos desinfestantes regularizados pelo Ministério da Saúde.
  • Quando da aplicação do controle químico, a empresa especializada deve estabelecer procedimentos pré e pós tratamento a fim de evitar a contaminação dos alimentos, equipamentos e utensílios. Quando aplicável, os equipamentos e os utensílios, antes de serem reutilizados, devem ser higienizados para a remoção dos resíduos de produtos desinfestantes.

Todo o conteúdo acima foi extraído da Resolução e você pode conferir o documento completo da Anvisa, clicando aqui.

Siga as recomendações e boas práticas acima para evitar que insetos e roedores tenham acesso ao seu restaurante e clientes, manchando a sua imagem.

Caso tenha dúvidas sobre a prestação de serviços em controle de pragas e dedetização, entre em contato conosco via formulário de contato ou telefone.

Compartilhar


compartilhar compartilhar compartilhar compartilhar compartilhar

Pesquisar

Veja também

Menina morre por estar infestadas de piolhos

Menina de 12 anos morre infestada de piolhos

Veja mais...
Peste negra e o contágio através dos ratos, piolhos e pulgas

Série da Netflix fala sobre a Peste Negra e a contaminação através dos ratos e pulgas

Veja mais...
épocas do ano para a manutenção e controle de pragas em condominios

Especial Síndico – As melhores épocas para o cuidado contra pragas e manutenção

Veja mais...

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento Estamos atendendo Envie uma mensagem

Fechar




opcaoopcao